Acesse nosso Facebook Siga-nos no Twitter Encontre-nos no Google Plus
Idioma Inglês Idioma Português
Crie a sua conta
Login de contas

Notícias Pic Protection!

cobrancadebagagemdespachadaemvoos

Cobrança de bagagem despachada em voos começa dia 14 de Março de 2017

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou nesta segunda-feira (12) que, a partir de 14 de março, as companhias aéreas brasileiras e internacionais estarão autorizadas a cobrar pelas bagagens despachadas em passagens vendidas.

A mudança deve ser aprovada nesta terça-feira (13) pela manhã pela Anac.A medida tem como objetivo se enquadrar em condições globais e permitirá as empresas aéreas a reduzir o valor no bilhete emitido. 

Atualmente, cada passagem emitida inclui o despacho de uma mala de 23 quilos em voos domésticos, duas de 32 quilos em voos internacionais e bagagens de mão, aquelas levadas dentro da cabine de passageiros, pesando de cinco à dez quilos, conforme sugerido em cada companhia aérea.Segundo a Anac, estudos mostraram que em 2015 35% dos passageiros voaram apenas com bagagem de mão.

Com a nova regra aprovada, as empresas aéreas ficarão livres para determinar o tipo de cobrança, tendo liberdade para definir o preço das bagagens despachadas ou mesmo vender passagens que já incluam este serviço, inclusive adotar a medida imediatamente, logo a partir de 14 de Março, ou conforme sua estratégia. O governo afirmou que não irá regular os valores praticados.

A única obrigatoriedade imposta pela Anac será em relação à bagagem de mão, que passa a ter um limite máximo de 10 kg onde, atualmente, o peso máximo é de 5 kg por passageiro em voos domésticos.

Por outro lado, é preciso que fique claro para o passageiro se o serviço está incluso no preço da passagem ou se será vendido separadamente. “A gente não quer que o passageiro descubra, no aeroporto, que a passagem que ele comprou não tem franquia de bagagem”, afirma Ricardo Catanant, superintendente de acompanhamento de serviços aéreos da Anac.

Na prática, a mudança nas regras de bagagem devem impactar principalmente as passagens aéreas promocionais, mais baratas – como já acontece atualmente, por exemplo, companhias low-cost (baixo custo) americanas e europeias. A tendência é que as passagens mais caras deem a bagagem despachada como cortesia.

Segundo a Anac, liberar esse tipo de cobrança cria uma nova possibilidade de receita auxiliar, em especial às companhias aéreas brasileiras, que enfrentam sucessivos prejuízos desde 2011. Mesmo nesse cenário, há a expectativa ainda da Anac de que o preço das passagens seja reduzido.

 Ainda sobre bagagens, outro item à ser votado será sobre o extravio de bagagem, onde as empresas terão sete dias, e não mais 30, para devolver a bagagem do passageiro em caso de extravio.

Essas mudanças fazem parte de uma série das novas regras sobre transporte aéreo que serão submetidas a votação pela diretoria da própria Anac na manhã desta terça-feira (13) como a limitação de multa por cancelamento e alteração de voos, overbooking, entre outras.

Fonte:http://todosabordo.blogosfera.uol.com.br/2016/12/12/cobranca-de-bagagem-em-voos-comeca-dia-14-de-mar...http://g1.globo.com/politica/noticia/norma-que-libera-companhias-aereas-a-cobrar-por-bagagem-despach...