Acesse nosso Facebook Siga-nos no Twitter Encontre-nos no Google Plus
Idioma Inglês Idioma Português
Crie a sua conta
Login de contas

Notícias Pic Protection!

aeroportos-filas-guarulhos-mudanccca7a-regras-de-seguranccca7a-anac

Novas regras de inspeção em voos domésticos começam a valer em aeroportos de todo Brasil

A partir de segunda, 18/07/2016, todos os aeroportos do país passaram a reforçar a inspeção de passageiros e de bagagens em voos domésticos. Os procedimentos iniciados, anunciados na última semana pela Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), além de incluir a retirada do notebook da bagagem de mão ao passar pelo raio-X, como já acontece em voos internacionais, incluem também a revista de passageiros para o acesso às áreas restritas dos aeroportos (de embarque, pista e aeronaves) e a inspeção de bagagens, o que gerou filas e discussões entre passageiros em alguns dos aeroportos de maior movimento do País, como o Santos Dumont, no Rio de Janeiro, e Congonhas, em São Paulo.

A Anac diz lamentar os transtornos verificados nesta segunda-feira (18) em alguns aeroportos do país em função do início dos novos procedimentos de inspeção de segurança de passageiros e bagagens para embarque em voos domésticos. O órgão regulador pede a compreensão dos passageiros impactados, ressaltando que a adoção das medidas tem como objetivo "zelar pela segurança de todos os passageiros e seus familiares no transporte aéreo brasileiro".

Bagagem de mão Os agentes dos aeroportos também podem pedir para inspecionar a bagagem de mão. Aqueles que se negarem a abrir a mala ou a passar pela revista corporal serão proibidos de entrar na área de embarque. Caso seja detectado algo suspeito, o agente vai enviar o objeto para inspeção e, se necessário, o passageiro será encaminhado à Polícia Federal.

Em nota, a Anac recomenda que, para agilizar o embarque e evitar transtornos, os passageiros cheguem ao embarque com duas horas de antecedência e sugere que notebooks, cintos, relógios e outros objetos metálicos sejam retirados antecipadamente da bagagem de mão, antes da passagem pelo pórtico de raio-X.

Créditos: Valor Econômico / Uol Notícias